(19)3898-1295 atendimento@vocevencedor.com.br

Em qualquer lugar que se encontra um ser humano, há conflitos. Existe um número grande de pessoas que fazem de tudo para fugirem de conflitos, mas muitas delas são essenciais, então essa não é uma atitude produtiva. Evitar conflitos, na maioria das vezes significa evitar a solução e encontros essenciais. Quando falo de conflitos não estou me referindo à brigas e discussões agressivas. Refiro-me a conflitos produtivos em busca de bons acordos, soluções e crescimento.

É necessário entender que como disse o alemão Joachim Ziegtes. “Evitar a dor do conflito aumenta a doença”. Assim, a melhor forma de lidar com uma situação conflituosa é encarar os fatos, entender os pontos de vistas diferentes e buscar uma solução possível.

Quando compreendemos que os conflitos entre pessoas nascem na maioria das vezes de pontos de vistas diferentes não necessitamos transformar isso em algo pessoal, Mas sim, em oportunidade de agregar esses pontos de vistas para uma análise de qual a melhor opção a ser escolhida ou ainda, quem sabe ainda criar uma outra opção mais agregadora através de um novo ponto de vista. Pois é assim que a humanidade cresce.

Fritz Glez apontou que o caminho para o futuro é pavimentado por conflitos. Para lidar com conflitos deve-se sair da passividade e sem agressividade buscar um acordo. O melhor comportamento para isso é agir de maneira assertiva, isto é, ser pacífico sem ser passivo. Estar consciente do que se quer, sem perder a noção dos próprios limites e dos outros. Respeitar-se e respeitar o outro Ser assertivo é expressar suas opiniões, sentimentos e pensamentos com clareza. Saber dizer não, sem sentir culpa. Poder dizer sim quando convém. Defender o que acha justo sem agressividade e com respeito.

Para ser assertivo, deve-se:

– Em primeiro lugar querer ser;

– Olhar as pessoas nos olhos com respeito;

– Não temer o risco das perdas;

– Resistir às chantagens emocionais;

– Aprofundar o conceito de justiça;

– Aceitar as diferenças pessoais e culturais;

– Entender que tudo é somente uma questão de ponto de vista;

– Permitir soluções e não procurar culpados;

– Praticar escuta ativa;

– Ser honesto consigo e com os outros;

– Colocar o respeito em primeiro lugar;

Assertividade é uma habilidade social de afirmar os próprios direitos e expressar pensamentos, sentimentos, opiniões de maneira clara, direta e respeitosa. A postura assertiva é uma virtude baseada na verdadeira honestidade consigo próprio e com os outros.

Ser assertivo é expressar suas opiniões, sentimentos e pensamentos com desenvoltura, auto-estima, sinceridade e autoconhecimento.

A assertividade é a arte de defender o seu espaço vital, os seus diretos, as suas opiniões e os seus pontos de vistas sem recuar e sem agredir.

No artigo 1 da Declaração Universal dos Direitos do Homem está declarado: “ Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espirito de fraternidade”. Isso é uma clara expressão de que todos fazem parte e tem o direito de se posicionar mantendo sua dignidade e respeitando a do outro.

Como disse Martim Luther king: “O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem caráter. O que mais preocupa é o silencio dos bons”.

Pense nisso!!!